*** BEM VINDO! WELCOME! BIENVENIDOS! BENVENUTI! BIENVENUE! WILLKOMMEN! FÁILTE! ***

31 de dezembro de 2015

Bye 2015...

Mais um ano terminando, e vamos agradecer pela vida!

E nos preparar para receber esse 2016 de braços abertos, que seja um ano fantástico! Cheio de alegrias e amor, prosperidade!

Amem!!!

Happy New Year *****

28 de outubro de 2015

Mudanças são necesssárias... ainda que não estejamos sempre preparados.

É interessante observar os movimentos de nossas mudanças interiores. Nem sempre sabemos identificar o nascimento da inadequação que gera todo o processo. O fato é que um dia a gente acorda e percebe que a roupa não nos serve mais. Como se no curto espaço do descanso de uma noite a alma sofresse dilatação, deixando de caber no espaço antigo onde antes tão bem se acomodava. É inevitável. Mais cedo ou mais tarde, os sonhos da juventude perdem o viço. O que antes nos causava gozo, aos poucos, bem aos poucos, deixa de causar.

Padre Fábio de Melo

14 de outubro de 2015

Férias... refletir...

Tempo de descansar... refletir... descansar... passear... refletir... tomar sorvete... ver a paisagem... ver as pessoas... e também refletir.
Refletir sobre o quanto o tempo passa depressa... sobre o quanto almejamos e nem sempre alcançamos... refletir sobre todas as conquistas e novidades do dia-a-dia... boas e ruins... refletir.
Refrescar as idéias, traçar novos objetivos, reenergizar-se... refletir... reorganizar-se... e seguir em frente sempre! 
Sempre seguindo... e refletindo.



30 de julho de 2015

Poema da Purificação

Depois de tantos combates
o anjo bom matou o anjo mau
e jogou seu corpo no rio.
As águas ficaram tintas
de um sangue que não descorava
e os peixes todos morreram.
Mas uma luz que ninguém soube
dizer de onde tinha vindo
apareceu para clarear o mundo,
e outro anjo pensou a ferida
do anjo batalhador.
.
[Carlos Drummond de Andrade, Poema da Purificação]

4 de maio de 2015

"Nos dias de hoje, com tanta tecnologia, com tanta correria, com tanta falta de tempo, com tanto olho no próprio umbigo e nos próprios problemas, com tanta disputa pelo poder, pelo dinheiro, por ter mais e mais, sei lá, acho bonito ver um casal de velhinhos na rua. A mão, enrugadinha, segura a outra mão. A outra mão, por sua vez, segura uma bengala. Falta equilíbrio, sobra experiência. Falta a juventudade, sobra história para contar. Falta uma pele lisa, sobram marcas de expressão que contam segredos. Envelhecer não é feio. Em tempos de botox, a gente devia olhar um pouco para dentro. De si. Do outro. Do amor."

Clarissa Corrêa



2 de maio de 2015



Livrar-se de uma lembrança é um processo lento, impossível de programar. Ninguém consegue tirar alguém da cabeça na hora que quer, e às vezes a única solução é inverter o jogo: em vez de tentar não pensar na pessoa, esgotar a dor. Permitir-se recordar, chorar, ter saudade. Um dia a ferida cicatriza e você, de tão acostumada com ela, acaba por esquecê-la”.
Martha Medeiros.



12 de abril de 2015

Memória


Amar o perdido
deixa confundido
este coração.
Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.
As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão.
Mas as coisas findas,
muito mais que lindas,
essas ficarão.
__Carlos Drummond de Andrade


2 de março de 2015



"Encontre sempre uma razão para rir. Pode não adicionar anos à sua vida, mas certamente adicionará vida a seus anos."


20 de fevereiro de 2015



" Aprenda a se preservar. A falar pouco ou quase nada. 
Aprenda que coisas do coração são coisas sagradas, e só devem ser ditas a quem vai ouvi-las com carinho e ficar feliz junto contigo. 
Desabafo a gente faz a quem torce verdadeiramente pra que os ventos mudem, e os caminhos bons apareçam na nossa frente..."




17 de fevereiro de 2015



✫ Real Beleza ✫
.
A mente é ladina,
Cria labirintos sem fim,
Oculta o melhor de mim,
Sob seu bafo de nicotina,

Fingindo ser a maioral,
Engana sábios e bobos,
Subjuga tigres e lobos,
Afirma serem eles o mal,
Mas me aponte um ser feliz,
Que tenha abafado sua natureza,
Em nome dessa orgulhosa atriz,
Se ela te alimenta de alguma certeza,
Desconfie, é apenas verniz,
A esconder tua real beleza.
.
✫ Pedro Tornaghi ✫


4 de fevereiro de 2015



mulheres não sabem como amar, 
ela me disse.
você sabe como amar 
mas mulheres só querem 
parasitar.
sei disso porque sou 
mulher.
hahaha, eu ri.
por isso não se preocupe por ter terminado 
com Susan
porque ela apenas irá parasitar 
outro homem.
falamos um pouco mais 
então eu me despedi 
desliguei o telefone 
fui ao banheiro
e mandei uma boa merda de cerveja 
basicamente pensando, bem, 
continuo vivo
e tenho capacidade de expelir 
sobras do meu corpo. 
e poemas.
e enquanto isso acontecer 
serei capaz de lidar com 
traição 
solidão unhas 
encravadas 
gonorréia
e o boletim econômico 
do caderno de finanças.
com isso 
me levantei 
me limpei 
dei a descarga 
e então pensei: 
é verdade: 
eu sei como amar.
ergui minhas calças e caminhei 
para a outra peça.
— “Eu” de Charles Bukowski, O Amor é um Cão dos Diabos